Abastecimento de milho é pauta de reunião entre General Girão e representantes do agronegócio

D0812F2E-5495-43F6-A974-90A622E2A35F-300x146 Abastecimento de milho é pauta de reunião entre General Girão e representantes do agronegócio 54107EF1-A9BC-4D4F-8ABA-74D89CD46F9E-300x146 Abastecimento de milho é pauta de reunião entre General Girão e representantes do agronegócio

O deputado federal General Girão recebeu, nesta segunda-feira (14), em seu gabinete em Natal, representantes de associações de produtores rurais do RN que relataram dificuldades relacionadas à disponibilidade de milho em quantidades suficientes para manter o abastecimento. A comitiva também apresentou possíveis soluções para o problema enfrentado pela cadeia produtiva da agropecuária potiguar e pediu apoio do parlamentar federal em levar a demanda à ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, o que foi atendido de pronto pelo deputado.

De acordo com os representantes, as dificuldades enfrentadas são decorrentes, além da pandemia, do período de estiagem que tem se estendido em função das chuvas irregulares, o que contribui para a perda total ou parcial das culturas plantadas sucumbindo a capacidade de grãos e forragens essenciais para a alimentação dos rebanhos. Desta forma, a comitiva solicita, por meio de ofício ao MAPA e da intermediação do General Girão, a disponibilidade de milho em quantidade suficiente para manter o abastecimento e a diversificação do Programa de Vendas em Balcão da CONAB a partir da inclusão de produtos como farelo de soja, casquinha de soja, sorgo e caroço de algodão.

“Uma das missões que consideramos das mais importantes é a de apoiar quem está potiguarizando. O setor dos produtores de leite e de alimentos de origem animal precisa muito de políticas públicas que possam apoiar suas cadeias produtivas. Então, os representantes do agronegócio nos procuraram com essa importante demanda e nos pediram para levar esta situação à ministra Tereza Cristina. Na mesma hora já entrei em contato com a ministra para adiantar o assunto e também levarei o documento em mãos. É uma demanda justa e que tenho certeza que receberá toda a atenção do Governo Federal que, inclusive, segundo nós soubemos, está para editar uma Medida Provisória que prevê a aquisição de 200 toneladas de milho”, diz o deputado.

Durante a reunião, os representantes do agronegócio também argumentaram sobre a necessidade de uma política de crédito mais justa e ampla, bem como sobre a necessidade de um planejamento coordenado para a produção de alimentos do qual o Estado do RN necessita há mais de 30 anos. Segundo eles, faltam políticas de avaliação das capacidades das regiões, além de preços competitivos e estoques que permitam segurança para quem produz.

Estiveram presentes à reunião, o superintendente do Ministério da Agricultura no RN, Roberto Papa; o superintendente regional da Conab no RN, Boris Almeida; o presidente da Associação Norte Riograndense de Criadores (Anorc), Marcelo Passos; o vice-presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do RN (Faern); o presidente do Sindicato das Indústrias de Laticínios (Sindleite), Túlio Véras; além de agropecuaristas.