Após Justiça absolver Henrique Alves, general Girão diz ter vergonha de ser honesto: “Crime compensa”

EX-MINISTRO HENRIQUE ALVES E OUTROS SEIS POLÍTICOS DO MDB ERAM ACUSADOS DE ENVOLVIMENTO NO CHAMADO “QUADRILHÃO”. FOTO: DIVULGAÇÃO

O deputado federal General Girão (PSL-RN) usou as redes sociais nesta quinta-feira (6) para comentar a decisão da Justiça Federal do Distrito Federal que absolveu integrantes do MDB de acusações feitas pelo Ministério Público. Para o deputado potiguar, a decisão mostra que “o crime compensa”, apesar de o juiz não ter detectado nos autos provas das denúncias.

“O crime compensa! Se na ficção televisiva, os mocinhos vencem os bandidos, aqui, na vida real, os criminosos de colarinho branco e mandato político sempre acabam se livrando da justiça. Com o judiciário que temos, vale a pena não ser o mocinho”, opinou o deputado bolsonarista, em publicação no Twitter.

Girão citou, ainda, uma declaração atribuída ao intelectual Ruy Barbosa, que viveu no início da República Brasileira. “‘De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto’”, escreveu Girão.

98FM