AstraZeneca: Ministério da Saúde antecipa vinda de 4 milhões de doses

O Ministério da Saúde divulgou, nesta quinta-feira (20/5), que o Brasil vai antecipar a chegada de 4 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca, adquiridas pelo mecanismo internacional Covax Facility.

O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga: “Esse é mais um dos esforços que temos realizado diuturnamente para dar as respostas que a sociedade brasileira nos pede”.

A pasta diz também que o adiantamento é resultado de um diálogo constante e negociação permanente com a organização Pan-Americana da Saúde (Opas), que representa a Organização Mundial da Saúde (OMS) nas Américas. “Estamos conseguindo recuperar essas doses, que deveriam ter chegado no início do ano. Mas entendemos que essa é uma dificuldade global”, pontuou o ministro.

Também nesta quinta, acompanhado do governador de Goiás, Ronaldo Caiado, com quem se reuniu para tratar da possibilidade da ampliação do parque industrial da produção de vacinas Covid-19, Queiroga afirmou que o Brasil vai bater recorde de distribuição neste mês de maio com mais de 30 milhões de doses.

Outras remessas

A pasta adianta que a Covax Facility já separou para o Brasil outras 842,4 mil doses da Pfizer/BioNTech. No total, o contrato do governo federal com a aliança prevê 42,5 milhões de doses de vacinas Covid-19 até o fim de 2021.

Está prevista na agenda do ministro, para esta sexta-feira (21/5), visita a um complexo de produção de insumos veterinários no município de Cravinhos (SP).

“Se houver segurança sanitária e possibilidade de usarmos as indústrias veterinárias para a produção de vacinas contra Covid-19, o Brasil vai assumir sua condição de líder global, não só para imunizar a população, mas para ajudar outros países, sobretudo nossos vizinhos”, sinalizou Queiroga.

METRÓPOLES