Atirador deixa feridos e pelo menos 8 mortos em universidade na Rússia 20

Foto: Redes sociais

Pelo menos oito pessoas morreram e várias outras ficaram feridas em um ataque a tiros em uma universidade na cidade de Perm, na Rússia, nesta segunda-feira (20), disse o comitê de investigação estadual.

Um suspeito entrou no campus da Universidade Estadual de Perm “com uma arma ofensiva” e abriu fogo na manhã de segunda-feira, disse a universidade em seu canal Telegram.

Alguns alunos e professores se trancaram nas salas de aula durante o ataque, disse o serviço de imprensa da universidade, de acordo com a agência estatal RIA Novosti.

Vídeos compartilhados nas redes sociais também mostraram pessoas pulando de janelas do primeiro andar para escapar do prédio. “Havia cerca de 60 pessoas na sala de aula. Fechamos a porta e a bloqueamos com cadeiras”, disse o estudante Semyon Karyakin à Reuters.

O comitê de investigação disse que “os dados exatos sobre os mortos e feridos estão sendo esclarecidos”. Uma investigação criminal de assassinato foi aberta.

Um suspeito pelo tiroteio foi ferido e preso depois de resistir a policiais, disse o comitê. Ele foi identificado como estudante do sexo masculino, embora não tenha ficado claro se ele era estudante da Universidade Estadual de Perm.

Nas redes sociais, ele foi identificado como um estudante de 18 anos que havia postado anteriormente uma foto com um rifle, capacete e munição.

“Eu pensei sobre isso por muito tempo, já se passaram anos e percebi que havia chegado a hora de fazer o que eu sonhava”, disse o suspeito em uma conta atribuída a ele que, depois, foi deletada.

Na publicação, ele indicou que suas ações não tinham nada a ver com política ou religião, mas foram motivadas pelo ódio.

A Rússia tem restrições estritas à posse de armas de fogo por civis, mas algumas categorias de armas estão disponíveis para compra para caça, autodefesa ou esporte, uma vez que os possíveis proprietários passaram nos testes e cumpriram outros requisitos.

CNN Brasil