Bolsonaro insinua que é perseguido por autoridade que sofre chantagem por parte de Cuba

O presidente Bolsonaro já havia publicado partes de um livro que mostra o modus operandi do serviço secreto cubano, que filma autoridades em situação constrangedora e passa a chantagea-la, agora ele publicou uma série de mensagens ‘codificadas’ nas redes sociais na noite deste último domingo (4).

As postagens sugerem que ele próprio estaria sendo vítima de uma autoridade que está sendo chantageada.  Nas publicações, Bolsonaro usa o codinome ‘Daniel’, que coincidentemente era usado por José Dirceu na prisão para mandar cartas, e que esse pseudônimo seria o responsável por praticar as supostas chantagens apontadas por ele.

“Vamos supor uma autoridade filmada numa cena com menores (ou traficantes) e esse alguém (“Daniel”) passe a fazer chantagem ameaçando divulgar esse vídeo”, introduz o presidente.

Ao mencionar medidas ‘absurdas’, quebras de sigilos e a decretação de prisões, o presidente da República finalizou dizendo que amigos e familiares também poderiam estar sofrendo perseguição.

Com informações / Conexão Política