Corregedor abre investigação contra procuradores da Lava Jato no Rio

O Corregedor Nacional do Ministério Público Rinaldo Reis Lima determinou nesta quarta (23) a abertura de um processo administrativo disciplinar contra 11 procuradores e uma promotora que atuaram na Lava Jato do Rio, diz a Veja.

Eles são acusados de quebrar o sigilo da investigação contra os ex-senadores Romero Jucá e Edison Lobão em suposto esquema de propinas na usina nuclear de Angra 3.

Na decisão, Lima indicou que o plenário do CNMP precisará ser consultado para confirmar a a abertura do processo. Caso os procuradores sejam considerados culpados, poderão ser suspensos de seus cargos ou até demitidos.

São alvos do processo Eduardo El Hage, Fabiana Schneider, Marisa Ferrari, José Vagos, Gabriela Câmara, Sérgio Pinel, Rodrigo Silva, Stanley Silva, Felipe Leite, Renata Baptista e Tiago Martins.

O Antagonista