Eduardo Bolsonaro engrossa o coro contra ações do STF a apoiadores do ato no dia 7 de setembro

Eduardo Bolsonaro foi às redes declarar apoio a Antonio Galvanpresidente da Aprosoja, que foi alvo da Polícia Federal na sexta-feira. Segundo a PGR, o empresário é suspeito de financiar atos violentos contra o Congresso e o STF no 7 de setembro.

“Todo apoio ao Presidente da AprosojaBR, Antônio Galvan, que chegou para depor na PF num inquérito aberto para intimidar quem trabalha e quer um Brasil diferente, honesto, sem corrupção, livre. o tiro saiu pela culatra, #dia7vaisergigante!!!” Terra Brasil