Endoidou? Casagrande tenta culpar Bolsonaro por agressão de jogador a árbitro em jogo no RS

O comentarista Walter Casagrande, do grupo Globo, deu um sinal de “loucura”, nesta terça-feira (5), sobre o episódio de agressão a um árbitro no Sul do país, ocorrido nesta segunda-feira (4). Casagrande fez referência indireta à eleição de Bolsonaro para justificar sua ideia sobre a agressão:

“Semente do ódio plantada em 2018(ano da eleição presidencial)”, disse.

O árbitro Rodrigo Crivellaro Dias desmaiou em campo, nesta segunda-feira, após ser derrubado e chutado na nuca pelo jogador William Ribeiro, do São Paulo de Rio Grande, no duelo contra o Guarani de Venâncio Aires pela Série A2 do Campeonato Gaúcho. As agressões foram flagradas pelas câmeras da FGF TV.

Nesta terça-feira, o árbitro recebeu alta do hospital em Venâncio Aires. Crivellaro deixou o local em uma cadeira de rodas e com um colar cervical por precaução.

Durante o encerramento do programa Seleção SporTV, Casagrande fez um breve comentário sobre o episódio. O ex-jogador avaliou: ‘O ódio está dentro da sociedade brasileira’.

“Aquilo que aconteceu no Sul é a semente do ódio que foi plantada lá em 2018 e muita gente agarrou. Então, o ódio está dentro da sociedade brasileira. Esse é um dos problemas que nós temos que acabar: é a sociedade que tem que acabar com o ódio”, afirmou.

Terra Brasil