Início BRASIL Estudo aponta que remédio utilizado para outra doença pode diminuir mortes por...

Estudo aponta que remédio utilizado para outra doença pode diminuir mortes por Covid-19 em 38%

 Estudo aponta que remédio utilizado para outra doença pode diminuir mortes por Covid-19 em 38%

Um remédio anti-inflamatório usado no tratamento de artrite reumatoide pode reduzir a taxa de mortalidade de pacientes graves com Covid-19 em até 38%, segundo um estudo feito com participação da Universidade Federal do ABC (UFABC).

De acordo com os resultados, o medicamento baricitinibe consegue controlar a inflamação causada pelo coronavírus. A pesquisa foi feita em 12 clínicas espalhadas pelo Brasil e os resultados foram unidos na publicação preliminar. 1.525 voluntários estiveram envolvidos.

Quem patrocinou os testes foi o laboratório Eli Lilly, fabricante do medicamento. O estudo foi publicado em fase preliminar e ainda vai ser publicado em um periódico, onde vai passar por revisões. “Aproximadamente, a cada 20 pacientes, uma vida foi salva recebendo o remédio”, explica Adilson Cavalcanti, infectologista que coordenou o estudo no Hospital Anchieta, de São Bernardo do Campo (SP), ao O Globo.

Durante os testes, o medicamento para artrite foi aplicado em um grupo junto com o tratamento padrão da Covid-19. Já um segundo grupo recebeu apenas os remédios convencionais para tratar o vírus e placebo no lugar do medicamento testado. Os resultados mostram que a redução da mortalidade foi de 46% entre os que receberam o baricitinibe.

“Apesar de a redução da progressão da doença não ter atingido significância estatística, o tratamento com o baricitinibe junto da terapia padrão (incluindo a dexametasona) reduziu a mortalidade significativamente”, escreveram os autores do estudo internacional feito pela Universidade Emory, de Atlanta (EUA).

Agora, o medicamento para artrite deve ter seu pedido de liberação emergencial concedido pela Anvisa. A Food and Drug Administration (FDA) já autorizou o produto nos EUA.