Fiocruz garante que 90 dias entre as doses é suficiente

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) emitiu uma nota nesta terça-feira (13) garantindo que o intervalo de três meses entre as doses da vacina de Oxford/AstraZeneca é suficiente para proteger a população. O comunicado pede que o período de 90 dias seja mantido.Vários estados brasileiros têm diminuído o intervalo das aplicações para prevenir a disseminação da variante Delta da Covid-19, identificada pela primeira vez na Índia. A medida vai de desencontro à recomendação do Ministério da Saúde e da Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa).