Presidente da Assembleia de Santa Catarina é preso pela PF

Na manhã desta terça-feira (19), o presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) Júlio Garcia (PSD) foi preso em Florianópolis, na segunda fase da Operação Alcatraz.

A informação foi confirmada pelo advogado do deputado, Cesar Abreu, e a mandado prevê prisão domiciliar com o uso de tornozeleira eletrônica.

O político prestou esclarecimentos na sede da Polícia Federal na manhã desta terça-feira. Investigação mira fraudes que passam de R$ 500 milhões.

Além do deputado e presidente da Casa Legislativa, o empresário Jefferson Colombo, dono da empresa Apporti Soluções em Tecnologia, foi preso preventivamente. A advogado dele, Francisco Ferreira, confirmou a informação e disse que não iria se manifestar.

 

Em uma das denúncias da fase anterior da Operação Alcatraz, Jefferson Colombo foi apontado como operador financeiro de Garcia no esquema. O empresário que era genro da ex-mulher de deputado.

Nesta terça-feira, a segunda fase da operação cumpre 34 mandados de busca e apreensão, 11 mandados de prisão preventiva e nove de prisão temporária. As ações acontecem em Florianópolis, Joinville, no Norte e Xanxerê, no Oeste.