Arrecadação com leilões de bens do tráfico já ultrapassa R$ 37 milhões

Entre os itens leiloados estão joias, carros, bolsas de luxo e até aviões usados no tráfico de drogas Foto: DIVULGAÇÃO/MJSP

O Ministério da Justiça e Segurança Pública divulgou que, em 2021, a arrecadação realizada com os 48 leilões de bens apreendidos em operações contra o crime já ultrapassou R$ 37 milhões.

O número de leilões já é 4 vezes maior que no mesmo período do ano passado, e a arrecadação é 10 vezes maior.

Entre os bens leiloados estão joias, carros, motocicletas, celulares, bolsas de luxo e até mesmo aviões usados no tráfico de drogas. Os valores arrecadados são revertidos em recursos para financiar projetos de prevenção e combate às drogas

Luiz Roberto Beggiora, secretário Nacional de Políticas Sobre Drogas, declarou que o trabalho do Senad, em parceria com o poder judiciário, forças policias e leiloeiros, visa zerar o passivo de bens acumulados ao longo dos anos em depósitos no paiís, e tem tido um resultado muito positivo.

“Estamos reforçando parcerias e alcançando padrões internacionais para a descapitalização do crime”, disse Beggiora.

Desde o início da pandemia, os leilões vêm sendo feitos de forma 100% virtual. Jornal da cidade