Irresponsável: Comunista Manuela D’Ávila usou redes sociais para convocar protestos que terminaram em violência

Lançamento / Fernando Haddad - 11-09-2018 - PT confirma Fernando Haddad candidato a presidente. O ex-prefeito de São Paulo assume candidatura de Lula, barrado pela Lei da Ficha Limpa, em chapa com a deputada gaúcha Manuela d’Ávila como vice-presidente. A confirmação oficial ocorreu na frente da Polícia Federal, onde o ex-presidente Lula está preso. Estavam presentes ao lado dele a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, a ex-presidente Dilma Rousseff, o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, e o senador Lindbergh Farias (PT-RJ).

A candidata a prefeita de Porto Alegre e comunista, Manuela D’Ávila, cometeu o que pode ser considerado um “ato de irresponsabilidade”, neste final de semana, em suas redes sociais. Por meio do seu Twitter, Manuela se manifestou em prol de protestos, que terminaram em “quebra-quebra” no Carrefour.

Além dos atos de violência e vandalismo, o isolamento e distanciamento social, tão defendido pela esquerda, foi deixado de lado para causar aglomerações em frente ao estabelecimento.

Felipe Neto

1f1e7-1f1f7 Irresponsável: Comunista Manuela D’Ávila usou redes sociais para convocar protestos que terminaram em violência

20 de nov de 2020

O que mais me dá ódio é a sensação de não ter o q fazer. Boicotar o Carrefour só vai tirar empregos, prejudicar trabalhadores inocentes. Os chefões continuarão andando de iate e jato particular. Que ódio do cacete.
Manuela 65
@ManuelaDavila
Manifestação amanhã às 18h no Carrefour