Israel ameaça invasão terrestre contra o Hamas na Faixa de Gaza

Israel disse na quinta-feira (13) que estava reunindo tropas ao longo da fronteira de Gaza e convocando 9.000 reservistas antes de uma possível invasão terrestre do território governado pelo Hamas, enquanto os dois inimigos se aproximavam de uma guerra total. Mediadores egípcios correram para Israel para os esforços de cessar-fogo, mas não mostraram sinais de progresso.

A intensificação da luta ocorreu quando a violência comunal em Israel irrompeu pela quarta noite, com multidões de judeus e árabes se enfrentando na cidade de Lod. A luta ocorreu apesar da presença policial reforçada, ordenada pelos líderes do país.

A explosão de violência de quatro dias empurrou Israel para um território desconhecido – lidando com a luta mais intensa que já teve com o Hamas e, ao mesmo tempo, enfrentando a pior violência árabe-judaica dentro de Israel em décadas. Uma barragem noturna de foguetes do Líbano que pousou no mar ameaçou abrir uma nova frente ao longo da fronteira norte de Israel.

Saleh Aruri, um líder exilado do Hamas, disse ao canal de satélite de Londres Al Araby na sexta-feira que seu grupo recusou uma proposta de uma trégua de três horas para permitir mais negociações para um cessar-fogo total. Ele disse que Egito, Catar e as Nações Unidas estão liderando os esforços de trégua.