Leilão do Detran de São Paulo tem veículos por menos da metade do preço

A unidade de Diadema do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Dentran.SP) vai realizar dois leilões de veículos na próxima segunda (18) e terça-feira (19). De acordo com edital divulgado pelo órgão, estarão disponíveis 125 carros documentados e outras 267 sucatas para retiradas de peças. Em alguns casos, os carros poderão ser leiloados por menos da metade do preço praticado no mercado.

Para automóveis em condição de uso, o lance mínimo é de R$ 1,5 mil. Os destinados a desmonte podem ser arrematados a partir de R$ 250.  As informações dos veículos estão no site da Sato Leilões. Todo o processo será realizado de forma on-line nesse endereço.

Um Voyage 1.6, ano 2010, por exemplo, pode ter lances a partir de R$ 10 mil. Na tabela da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), o modelo está avaliado em R$ 24 mil. O Celta Life do mesmo ano, que é vendido por R$ 14 mil, pode ser arrematado por R$ 7 mil. Ou seja, 50% de desconto.

 

Entre as sucatas, a de um Gol 1.0, ano 2008, tem lance mínimo de R$ 800. Os restos do mesmo modelo, mas de ano diferente, 2004, é ofertado por R$ 550.

Como participar

Os interessados ainda podem verificar as condições dos carros presencialmente. Para isso, é preciso ir ao Pátio Octágono, localizado na Rodovia Professor Boanerges Nogueira de Lima, Km 223, até as 17h desta sexta-feira (15). As sucatas só podem ser visitadas por representantes de empresas cadastradas no Detran de São Paulo, mediante a apresentação de autorização da própria instituição.

Para oferecer lances, é necessário fazer um cadastro no site da Sato Leilões. As ofertas para veículos com direito à documentação podem ser feitos até as 14 horas de segunda-feira (18) e para os veículos em fim de vida útil até as 14 horas de terça (19).

Além do valor do arremate, que deve ser pago à vista, o arrematante arcará com o custo de R$ 213,98, relativo à taxa de preparação de leilão instituída.

Quem ganhar, mas não pagar o lote arrematado, será cobrado pela comissão do leiloeiro, terá de arcar com uma multa de 20% sobre o valor devido do bem e ainda terá o cadastro bloqueado.