Maju no “confronto” com a ética, beijou a lona para “morrer abraçada” com o patrão (veja o vídeo)

Decepcionante o posicionamento da jornalista Maju Coutinho, após ter sido desmascarada em lamentável e repugnante ‘mentira’.

Recebeu a pauta e noticiou…

Constatado o erro, deveria ter se posicionado. É o que manda a ética e a dignidade.

Aliás, são nessas situações que se mede a grandeza de uma pessoa.

Maju preferiu dar uma demonstração inequívoca de pequenez.

Tivesse uma postura decente, pedido desculpas pelo erro, demonstraria grande valor como profissional.

Optou em se agarrar com unhas e dentes ao rentável emprego, pois nessa onda de demissões da Rede Globo, qualquer deslize que contrarie o patrão pode ser fatal.

Maju preferiu beijar a lona, para no final certamente “morrer abraçada aos patrões”.

A Globo agoniza e Maju vai junto para o buraco, pois perdeu toda a credibilidade.

Veja o vídeo:

Gonçalo Mendes Neto. Jornalista.