Ministério da Economia abre processo seletivo com até 300 vagas

BIE - Fachada do Ministro da Economia (ME). Com a troca de governo, o nome dos novos Ministérios do governo federal foram incluídos na fachada dos prédios da Esplanada dos Ministérios, em Brasília. Como algumas das pastas foram fundidas, o letreiro nas fachadas mudou. Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

O Ministério da Economia abriu um processo que permite a contratação de até 300 funcionários por tempo determinado. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União e dispõe de 185 vagas para nível superior e 115 de nível médio.

O edital com a abertura para as inscrições tem um prazo máximo de seis meses e com valores salariais a serem definidos. As contratações serão para o Decipex (Departamento de Centralização de Inativos, pensionistas e Órgãos extintos).

Os trabalhos serão relativos a centralização de serviços de inativos e pensionistas de órgãos federais, em especial em casos de compensação previdenciária e atividades administrativas.

As vagas estão distribuídas em três funções, 40 são para analistas de negócios (nível superior), 145 são de analistas técnicos de demanda previdenciária, judiciais e de controle (nível superior) e 115 são para atuar como técnico em atividades previdenciárias e de apoio (nível médio).

Créditos: Jornal do Advogado.