Natal registra 4 ocorrências de furto de cabos de iluminação pública em menos de 10 dias

Segundo a Secretaria de Serviços Urbanos, em menos de 10 dias foram roubados mais de 3 mil metros de cabos.

Um dos episódios de apagão aconteceu na última segunda-feira, 28, na Escadaria de Mãe Luiza — Foto: Igor Jácome/G1O município de Natal tem registrado casos frequentes de furtos de cabos da rede de iluminação pública. De acordo com a Secretaria de Serviços Urbanos do Município, nos últimos 10 dias, pelos menos 4 ocorrências desse tipo foram registradas.

Os episódios ocorreram entre os dias 18 e 25 de junho no calçadão das Praias do Meio e dos Artistas; na orla de Areia Preta; na Praça das Mangueiras, em Lagoa Nova; e na Praça Dom Pedro II, no Alecrim. Os furtos provocaram interrupção no fornecimento de energia nesses locais.

O secretário de Serviços Urbanos de Natal, Irapoã Nóbrega, informou que este ano a prefeitura investiu cerca de R$ 7 milhões na modernização de parte do sistema de iluminação pública. Segundo ele, os furtos têm causado prejuízos aos cofres públicos. Em menos de 10 dias, segundo Irapoã, foram roubados mais de 3 mil metros de cabos.

Na noite da última segunda-feira (28), um apagão foi registrado na Escadaria de Mãe Luiza. Segundo a prefeitura, o incidente foi ocasionado por uma tentativa de furto de cabeamento no local. O registro de furto foi o segundo, no mesmo local, em um período de 2 semanas.  Não é em um local só. É em toda cidade esse problema de roubo de cabeamento da iluminação pública. Nós estamos conversando com a Policia Militar. Estamos conversando com a Polícia Civil. Estamos envolvendo a Guarda Municipal também, mas continua muito difícil. A gente precisa bastante da ajuda da população para denunciar”, pede o secretário.

As denúncias podem ser feitas através do 190 de forma anônima.

Em nota, a Polícia Civil informou que os crimes de furto de cabos da rede de iluminação pública ocorridos em Natal estão sendo apurados pelas delegacias distritais, coordenadas pela Diretoria de Polícia da Grande Natal (DPGRAN). A nota informa ainda que a Polícia já realizou operações de fiscalização em estabelecimentos que comercializam cabos provenientes desses furtos, especialmente por meio da Operação Sucata.g1