Nunes Marques derruba liminares de Gilmar Mendes que haviam soltado empresários

A Segunda Turma do STF reverteu nesta semana decisões do ministro Gilmar Mendes ao anular a soltura de três empresários presos por decisão do juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Criminal do Rio de Janeiro. Segundo informou a CNN, após a votação de Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski a favor da manutenção da soltura, o ministro Kassio Nunes Marques abriu divergência e foi seguido por Carmen Lúcia e Edson Fachin. A decisão anula a soltura de Arthur Pinheiro Machado, Josemar Pereira e Luiz Arthur Andrade Correia, investigados em processos separados. Também nesta semana, Nunes Marques e Gilmar Mendes já haviam apresentado posicionamentos divergentes no julgamento sobre cultos religiosos durante a pandemia gazera