O fim da CPI: Sem “bitcoio”, “creptomoeda” e totalmente desmoralizada (veja o vídeo)

O fim, enfim, chegou! O relatório virá pra provar tudo! Pra nós e pra eles! Chega de dar milho pra bode, estamos cansados de levar marrada!

O alardeado relatório poderá estar recheado de informações de extrema relevância, claro, pra uma seleta militância, no entanto poderá ser útil pra sabermos onde aplicar em bitcoio, uma creptomoeda recém descoberta e que já está em alta. O que desespera é o que já sabemos, o bom português anda muito em falta.

Essa CPI talvez seja o único caso de uma comissão parlamenta de inquérito em que o relatório precedeu o próprio processamento, não foi mera casuística, foi um completo descaramento, de que a contaminação no parlamento é tão grande quanto a sua hipocrisia, no entanto, o que nos traz um naco de alegria é que na oitiva de Raimundo da VTLOG, que o relator queixava-se da contratação, enfaticamente bradado por ele, sem licitação, fora contratada pelo próprio senado, na presidência de seu relator ilibado.

Ora, ora, que ironia do destino, o feitiço vira contra o feiticeiro, a porca torce o rabo e acaba por entortar o pepino. Árvore de tronco bom é igual resistência do conservador, enverga, mas, não quebra, segura mais esta seu covarde, crápula, o atleta senador!No relatório que agora não terá apoteose, entenderam que daria muito na cara e a exposição desnecessária de que é tudo falcatrua, do início ao fim dessa CPI, sabemos que não se tira, nada de bom, absolutamente nada daí.

Pra eles, Bolsonaro já está condenado. A CPI tinha lado, querem até mesmo mudar os procedimentos pra ir direto a plenário e no congresso já ser julgado, mas, o melhor sonho deles se realizaria se o presida já fosse “impichado”!

Tava tudo escrito, tava tudo armado. Esse relatório, mais do que se havia imaginado, esculpido e escarrado aos moldes e faces de quem o havia relatado, político renomado e reconhecido como um corrupto inveterado que, como já disse e repito, pagava pensão da filha que teve com a amante coelhinha, através de erário propinado!

Como tudo que acontece no senado, ele pediu pra sair pra não ser julgado e não ter o mandato caçado, no entanto, você já sabe amigo ouvinte, o mesmo modus operandi no STF também foi utilizado pra que o nine fingers tivesse a possibilidade de ver seu retrato novamente estampado, desta vez, não no mural de bandido procurado, e sim, concorrendo ao eleitorado.

Agora, finalmente parece ter acabado, o que, eu já disse e repeti diversas vezes, jamais deveria ter começado, todo o dinheiro público do pagador de impostos que foi gasto, tão malgasto, tão malversado, que aos moldes da “miditância”, foi em benefício deles “despiorado”.

A despeito do trabalho incansável de todo o governo federal, pelo senado, desprestigiado, atacam ministros a torto e à direito pra ver se conseguem emplacar seu mote, porque agora já não conseguem lucrar com aquela nefasta contabilidade da morte e pra infelicidade de muitos, agora o circo fechou!

O fim da CPI não será apoteótico, mas o efeito deletério que a “miditância” vai fazer de tudo pra emplacar, esse, você pode estar certo, será quase hipnótico, um evento distópico, claro que eles vão comemorar. O presidente não será o alvo da vez, por um simples e único motivo que nem preciso te explicar, ele é o alvo de sempre, o erro que ele cometeu, foi nesse falso estado democrático de direito, querer ser presidente, com um único e verdadeiro intuito que não se enxerga em toda a gente, a defesa da pátria e da liberdade de uma nação independente!

Lembram do Brasil? O país do futuro? Aquele slogan repetido à exaustão e que nunca havíamos visto chegar, pois é, este é o país que o Bolsonaro vai nos deixar, apesar de tudo que fizeram com ele e de tentarem nos calar, ele e sua equipe não pararam um só minuto de trabalhar!

Nem os mais céticos, nem os mais isentões, aqueles que acreditam em terceira, quarta ou quinta via, que acabam, vira e mexe, sendo cooptados por quintas coluna, não poderão negar o legado que o presidente Bolsonaro vai, até o fim do mandato, nos ter deixado.

Agora, falta algo muito importante em defesa da nossa liberdade, é o fim do passaporte sanitário, essa ditadura monstruosa que transforma pessoas em seres de segunda classe e abandonados. Isto precisa acabar!

O assassinato de reputações ao vivo e à cores chega ao fim, o circo solta as lonas e as embrulha, nosso estômago terá, enfim, um alívio. Resta fazer justiça e limpar também, o nome da Prevent Senior, aquela mentirada toda orquestrada que, como sempre tenho dito, começou com o ministro mutreta, falar mal do único convênio que atende a maturidade com cortesia e dignidade.

A quem isso interessa, é a pergunta que tem que ficar, tão certo quanto o tal passaporte sanitário, o povo clama e eu repito, chega desse calvário! Isso, definitivamente, tem que acabar!

Confira:

  • Jornal da cidade