O porquê dos holofotes apagados para o Consórcio do Nordeste

 

Não é mais novidade para ninguém os R$ 50 milhões que o Consórcio Nordeste roubou da sociedade brasileira quando fez um contrato e pagou este montante antecipadamente à empresa Hempcare para a aquisição de respiradores, que nunca chegaram e nunca irão chegar aos estados. Mas o que ainda me assusta é o silêncio de vários setores como a grande mídia e a Ordem dos Advogados Brasileiros (OAB), por exemplo, em relação a este ‘Consórcio’ formado pelos nove governadores da região Nordeste.

Desde sua criação, esse bando de governadores e auxiliares estão demonstrando que usam suas estruturas de governo para desafiarem a própria República. Fizeram uma viagem ao exterior, como se Embaixadores fossem, para buscar apoio internacional aos seus desejos pessoais e partidários. Um completo absurdo. Gasto com dinheiro público que nunca houve ou nem haverá retorno. Na verdade, foi um “turismo de luxo” com dinheiro público de Estados endividados.

Tenho a certeza absoluta de que se este Consórcio do Nordeste fosse ligado ao Governo Federal do presidente Jair Messias Bolsonaro já teríamos tido repórteres de toda a grande mídia fazendo inúmeras matérias jornalísticas para investigar tudo sobre o consórcio e sobre a empresa que deu o calote. Mas não. Não vimos matérias sobre essa Hempcare. Ninguém tirou nem fotografia da fachada dessa empresa. A única pessoa que fez uma denúncia sobre a Hempcare, além da minha pessoa diretamente, foi o senador Eduardo Girão, do Ceará, que integra a CPI e que foi pessoalmente ao endereço dado como sendo da Hempcare em São Paulo, no bairro dos Jardins.

É inaceitável que nove governadores tenham concordado em efetuar o pagamento de uma transação deste valor, de forma antecipada, sem receber os equipamentos contratados e sem nenhum tipo de garantia. Como se pode explicar isso? Dos quase R$ 50 milhões, R$ 5 milhões foram pagos pelo Governo do Rio Grande do Norte na compra conjunta. O dinheiro foi gasto, muito mal gasto, por sinal, e não foi aplicado para salvar vidas. É incrível como a sociedade brasileira fecha os olhos para a bandidagem. Até quando será assim? A sociedade brasileira, principalmente, aqueles que brigam pelo combate à corrupção, esperam por essas respostas.

*General Girão*
_Deputado Federal/RN_