Polícia identifica 2° corpo encontrado após acidente com lancha em Cabo Frio Dupla fazia parte de grupo de cinco amigos que viajavam de lancha do Rio de Janeiro para Fortaleza

Rio de Janeiro – A Polícia Civil fluminense identificou o segundo corpo encontrado na noite de quinta-feira (4/2) a 50 km da costa de Cabo Frio (RJ), na Região dos Lagos. Os dois homens eram integrantes do grupo de cinco amigos que viajavam a bordo da lancha “O Maestro”, do Rio de Janeiro com destino a Fortaleza.Ricardo José Kirst, de 53 anos, teve a identificação confirmada na manhã deste domingo (7/2). Na tarde de sábado, o Instituto Médico-Legal já havia confirmado a identificação do corpo de Wilson Martins dos Santos.O grupo começou a viagem em 26 de janeiro, quando partiu do Iate Clube Guanabara, rumo ao Nordeste do país. A embarcação teve uma falha no motor e nas bombas no mesmo dia e, por isso, o grupo fez uma parada na Urca, ainda no Rio de Janeiro, para fazer os reparos necessários. Dois dias depois, a lancha seguiu viagem.

Renato Marcolino, filho do pescador Wilson Martins dos Santos, reconheceu no sábado que um dos corpos encontrados pela Marinha era do pai. Ele foi ao local fazer reconhecimento, mas já havia confirmado que um colar e o relógio encontrados com o corpo pertenciam ao pescador.

Após reconhecer os objetos, Renato divulgou um vídeo nas redes sociais, informando sobre a morte do pai e agradecendo pelo apoio de todos que acompanharam o caso.

Assista ao vídeo:

Antes de desaparecer, Wilson enviou vídeos da viagem para a família. Nos vídeos enviados, Wilson mostra a embarcação e o grupo de amigos que estava com ele no litoral do Rio. Além dos vídeos, o pescador enviou um áudio para a filha, Glécia Marcolino Dos Santos, relatando que a viagem atrasou após o barco ter apresentado problema em um dos motores.

Metrópole