Todo mundo sabe que Lula é corrupto e ladrão’, protesta Constantino após decisão sobre caso do sítio de Atibaia

Comentaristas do programa 3 em 1 debateram a decisão da juíza Pollyanna Kelly Maciel Martins Alves que paralisou a ação penal contra o ex-presidente

Ministério Público Federal (MPF) teve o pedido negado de reconsideração para abertura da ação penal contra o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva no caso do sítio de Atibaia. Com a decisão, a investigação segue suspensa. A juíza Pollyanna Kelly Maciel Martins Alves, da 12ª Vara Federal de Brasília, defende que a denúncia estava baseada em prova anuladas pelo Supremo Tribunal Federal (STF). A magistrada também argumenta que o MPF não indicou quais as provas válidas foram preservadas e afirma que as razões do órgão não são suficientes para reconsiderar a reabertura da ação. O caso segue paralisado no TRF-1, que ainda vai analisar se dá prosseguimento ao inquérito contra Lula ou se confirma a decisão da Justiça. A mesma juíza já havia negado as acusações do MPF de corrupção passiva e lavagem de dinheiro sobre o ex-presidente, além de reconhecer o esgotamento do caso e dos supostos crimes cometidos.

Durante sua participação no programa 3 em 1, da Jovem Pan, desta sexta-feira, 1º, o comentarista Rodrigo Constantino analisou a decisão e criticou o comportamento do Judiciário. Além disso, o comentarista analisou que, mesmo com essas decisões favoráveis a Lula, “todo mundo sabe que ele é corrupto”, e que nada irá tirar isso dele. “É um golpe que aconteceu. Juízes, ministros supremos indicados pelo Lula, amigos do Lula e ex-funcionários do Lula consideraram o ex-juiz Sergio Moro suspeito e melaram a Lava Jato. O Lula está ‘descondenado’, o que é muito diferente de inocentado. Todo mundo sabe que ele é corrupto e ladrão. Desviou bilhões de reais dos cofres públicos. Isso ninguém vai tirar dele, não adianta o esforço de uma parcela significativa da imprensa, desse conluio todo junto porque o Lula é corrupto e roubou”, afirmou Constantino.

Confira a íntegra do programa desta sexta-feira, 1º:

Terra Brasil