Moro critica Lula por apoiar autoritarismo de Ortega, mas esquece de que, na luta por liberdade, optou por coação e imposição (veja o vídeo)

O ex-ministro da Justiça, e eterna decepção, deve achar que os brasileiros não tem memória.

Paparicado por dezenas de puxa-sacos, mais preocupados em antagonizar Bolsonaro do que com o bem do país, Sergio Moro tem adotado táticas esquerdistas de acusar os inimigos de fazer aquilo que ele faz.

 

 

 

 

 

 

 

 

Jornal da cidade