Polícia Civil deflagra a “Operação Reincidência” e prende suspeito de chefiar organização criminosa

Foto: SECOMS

Policiais civis da Delegacia Especializada em Narcóticos (DENARC) deflagraram, nesta sexta-feira (14), a última fase da “Operação Reincidência”, com objetivo de cumprir cinco mandados de prisão preventiva e dois mandados de sequestro de veículos de luxo, em Natal e São Gonçalo do Amarante.

Durante a ação, foi preso Johnson dos Santos Varela, 41 anos, suspeito de ser o chefe da organização criminosa. Ele já havia sido detido anteriormente, pela DENARC, nos anos de 2016 e 2020, por crime de tráfico de drogas. Também foram presas na operação: Maria Geisa Xavier Fernandes, 37 anos, e Deisy da Silva Oliveira, conhecida como “Maga”, 30 anos.

Após a abordagem a Johnson dos Santos, foi localizada uma pistola calibre .40, com três carregadores municiados, tendo ele sido autuado pelo crime de posse irregular de arma de fogo. Durante as diligências, foram ainda cumpridos mandados de prisão preventiva em desfavor de Aldo Freire da Silva, 41 anos, e de Caio Gleisson da Silva, conhecido como “Vovozona”, 25 anos, que já se encontravam custodiados no sistema prisional.

A operação é resultado de investigações realizadas pela DENARC ao longo de um ano, que apuraram a presença de uma organização criminosa em São Gonçalo do Amarante, voltada para a prática dos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, lavagem de capitais e comércio de arma de fogo.

A organização criminosa desarticulada ainda contava com outros três integrantes, também alvos de mandados de prisão, porém não foram localizados. Os suspeitos presos foram conduzidos à delegacia e, em seguida, encaminhados ao sistema prisional, onde ficarão à disposição da Justiça.bg