STF tenta interferir no rito da votação na Câmara, mas leva um “puxão de orelha” do vice-presidente: “Não tentem interferir em uma questão interna”

A jornalista Daniela Lima afirmou, no programa 360 da CNN, que o Supremo Tribunal Federal (STF) tentou impor um rito diferente na votação e queria que fosse 257 votos para derrubar a prisão. A Câmara entende que tem que ter 257 para manter a prisão, neste caso, será mais difícil, pois muitos deputados podem não votar para fugir da pressão popular.O vice -presidente da Câmara, Marcelo Ramos (PL-AM), mandou um recado à Corte e disse que a Casa não admitirá intromissão do Supremo na votação sobre a prisão do deputado Daniel Silveira.