Lira e governadores destinam R$ 14,5 bi para covid no Orçamento

Afirmação foi feita por Wellington Dias (PT). Presidente da Câmara pediu mobilização de emendas destinadas à saúde

Na imagem, Lira com governadores durante almoço

LUIS MACEDO/CÂMARA DOS DEPUTADOS – 02.03.2021

Após reunião, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), e os governadores anunciaram, na tarde desta terça-feira (2), a destinação de R$ 14,5 bilhões do Orçamento 2021 para a área da saúde, principalmente no combate à pandemia do novo coronavírus.

“Nós também vamos dialogar com as bancadas nessa direção. A deputada Flávia Arruda (presidente da comissão do Orçamento) já colocou R$ 12 bilhões de emendas dos parlamentares à saúde e, agora, são 14,5 bilhões para a gente trabalhar outras alternativas de recursos voltados para esse desafio da saúde”, afirmou Dias.

Serão R$ 12 bilhões em emendas parlamentares e mais R$ 2,5 bilhões do fundo emergencial de combate à pandemia, criado pelo Congresso Nacional.

O presidente da Câmara anunciou que o Congresso Nacional destinará uma série de recursos do Orçamento de 2021 para o combate à pandemia, com a criação de um fundo emergencial. “Uma espécie de megarubrica orçamentária onde estarão destacadas todas as receitas que dizem respeito à pandemia, com o somatório de todos os recursos”, explicou.

Lira informou também que analisam a proposta de criação de grupo de acompanhamento. Seria composto, inicialmente, por governadores – um representante de cada região – e membros dos Ministérios da Saúde e das Relações Exteriores, além da Câmara dos Deputados e do Senado Federal.

“Para que tenhamos um acompanhamento par a passo na importação do IFA, pra produção de vacinas, e no acompanhamento de plantas de laboratório que estão produzindo vacinas internamente no Brasil”, disse.