PEC do voto impresso auditável deve ser votada na quinta

Tribunal Regional Eleitoral faz demonstrações da urna biométrica no fim de semana no Distrito Federal, para familiarizar o eleitor com a urna eletrônica (José Cruz/Agência Brasil)

 

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que institui o voto impresso auditável nas eleições deverá ser uma das prioridades da Câmara no segundo semestre e tem votação marcada já para esta quinta-feira (05) na Comissão Especial que analisa o texto.

A proposta é uma bandeira do presidente Jair Bolsonaro e vem sendo defendida por seus apoiadores como forma de dar mais segurança ao pleito. O presidente afirma que o sistema de urnas eletrônicas é defasado, passível de fraude e não permite conferência.