VÍDEO] Delegado afirma que assassinato de pai e filha não parece latrocínio

Não pareceu latrocínio o duplo-homicídio no restaurante em São Gonçalo do Amarante, nesta quinta-feira (18), que vitimou pai e filha, proprietários do estabelecimento. Pelo menos, foi essa a impressão inicial do delegado de Polícia Civil Hernani Júnior, da Divisão de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), que vai presidir o inquérito.

Hernani Junior revelou suas impressões iniciais sobre o caso, em entrevista exclusiva ao Metendo a Colher, com Sérgio Costa, Cyro Robson (Papinha) e Sílvio Henrique. “Nenhuma hipótese está descartada, mas inicialmente não parece”, afirmou o delegado, baseado sua análise no fato de que os bens das vítimas não foram levados.

Entre as vítimas do duplo-homicídio, está a ex-miss teen Rayssa Lopes, de São Gonçalo do Amarante. A informação, até o momento, é que ela e o pai foram surpreendido por homens armados que adentraram o restaurante da família, o Queijo Quente, e efetuaram vários disparos contra os dois. A mulher de Roberto também teria sido atingida pelos tiros, mas passa bem.

Portal 96 FM