VÍDEO: Homem sem máscara finge ser desembargador e humilha guarda municipal

Em Santos, no litoral paulista, um homem que se identificou falsamente como desembargador ofendeu um guarda municipal que o abordou por ele não estar usando máscara. No município, a medida de proteção é obrigatória desde 1º de maio. As multas variam de R$ 100 a R$200.

A cena pode ser vista em um vídeo divulgado nas redes sociais neste sábado (18/7). Ao ser parado, o homem conversa com o guarda por um breve momento e logo faz uma ligação no celular. Durante a chamada, ele diz “Estou aqui com um analfabeto” e tenta fazer com que o agente converse com a pessoa que está na linha. O guarda nega.

É nesta hora que o homem ser o “desembargador Eduardo Siqueira” (veja vídeo abaixo). Contudo, conforme apurado pelo Correio, o homem que se diz desembargador trata-se, na verdade, do assistente jurídico do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP) Luiz Eduardo Alves de Siqueira.

A cena continua. O guarda aplica a multa ao assistente jurídico, que não se dá por satisfeita com a encenação. Ele rasga o documento ao meio e joga o papel no chão, dando as costas aos guardas municipais e prosseguindo com a caminhada.

Correio entrou em contato com a Guarda Municipal do município de Santos para comentar o caso, mas até a última atualização desta reportagem não havia recebido retorno.

CORREIO BRAZILIENSE

VÍDEO COMPLETO VOCÊ ACESSA CLICANDO AQUI: https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/brasil/2020/07/18/interna-brasil,873331/video-homem-sem-mascara-finge-ser-desembargador-para-humilhar-guarda.shtml