Voto auditável: Arthur Lira deve negociar com Bolsonaro e Barroso um texto que agrade a ambos e encerre a celeuma

Apesar de ter levado a proposta de emenda constitucional que estabelece o voto impresso ao plenário e ter trazido para o legislativo a solução do impasse, o presidente da Câmara dos Deputados, Lira,  vai abrir uma nova frente de negociação com o Supremo Tribunal Federal (STF) e com o Tribunal Superior Eleitoral para evitar que o texto aprovado seja rejeitado pelo Judiciário.

Lira e lideranças do Centrão no Congresso querem evitar que ocorra o mesmo episódio de anos atrás, quando o Congresso aprovou a criação de tribunais regionais federais mas o Judiciário se recusou a implementar por questões orçamentárias e isso seria um desastre para o problema que já é gigante.

“Aprovar não significa implementar por isso todos precisam participar da negociação”,

Com informações CNN