Brasil é o 3º país no mundo que mais vacina contra a Covid-19 por dia em doses totais

 

O Brasil é o 3º país no mundo a aplicar mais vacinas anticovid por dia em números absolutos. Na última semana, o país injetou, na média, 1,41 milhão de doses diariamente na sua população. Neste critério, China (18,69 milhões) e Índia (4,21 milhões) lideram o ranking.

No cálculo proporcional, ou seja, na relação por 100 habitantes, porém, Brasil é o 45º colocado, com 0,66 injeção aplicada, em média, por dia, no espaço de uma semana.

A Ilha de Nauru e a Islândia são os líderes do ranking mundial, vacinando por dia 2,1 e 2,04 pessoas a cada 100 habitantes em um intervalo uma semana.

Os dados foram reunidos no início da tarde deste domingo (4) pelo R7 com base no Our World in Data, plataforma alimentada por pesquisadores da Universidade de Oxford, do Reino Unido.

A análise dos sites de monitoramento, nacionais e internacionais, indica que a aceleração da campanha de vacinação, com recorde de imunização em um único dia, e a constância na quantidade de doses aplicadas, sinaliza evolução. Vale ressaltar, ainda, que o país atingiu nesta quinta-feira (1º) a marca de 100 milhões de doses de vacinas contra covid-19 aplicadas.

Entretanto, o número de pessoas que receberam a proteção completa prometida, com duas doses ou a dose única, demonstra que o caminho ainda é longo para o controle da pandemia.

Promessa mantida

Na última semana, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que o Brasil receberá mais 160 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 até o fim de setembro.

“No mês de setembro, nós vamos imunizar toda a população brasileira acima de 18 anos com a primeira dose da vacina. E até o final do ano, teremos toda a população acima de 18 anos imunizada com as duas doses da vacina”, disse Queiroga, ao manter o compromisso que já havia firmado anteriormente.

Nas redes sociais, a equipe do ministro informou neste domingo (4) ter batido mais um recorde ao entregar 13,5 milhões de doses de vacina covid-19 em cinco dias. Conforme a pasta, desde a última quarta-feira (30), foram distribuídas 3 milhões de doses da Janssen, 3,33 milhões da Pfizer e 7,15 milhões da AstraZeneca/Fiocruz.

R7